Vereadores inspecionam aterro sanitário

por Pedro Jorge Courbassier publicado 23/10/2019 16h23, última modificação 23/10/2019 16h23
Membros da CPI que investiga irregularidades na prestação do serviço público de coleta de lixo estiveram no chamado “lixão”, no bairro do Cupim, para conhecer de perto as condições ambientais do local.
Vereadores inspecionam aterro sanitário

Vereadores durante a inspeção

Na tarde desta quarta-feira, dia 23 de outubro, quatro vereadores estiveram no bairro do Cupim para realizar uma das demandas da “CPI do Lixo”, a Comissão Parlamentar de Inquérito, aprovada no fim do mês de setembro, e que tem a finalidade de investigar possíveis irregularidades na prestação do serviço público de coleta de lixo, em Ibiúna.

Além da presidente da CPI, vereadora Elisangela Ferreira de Souza Soares/Elisangela Soares, a proponente da iniciativa, estiveram verificando o local o vereador Gerson Pedroso da Silva, membro da CPI e, como convidados, uma vez que ajudaram a vereadora Elisangela na iniciativa de instauração da CPI e estão preocupados com o tema, os vereadores Antônio Reginaldo Fimino/Naldo Firmino e Armelino Moreira Junior/Lino Jr.

Os quatro percorreram os amontoados de lixo aterrados, verificaram o depósito de chorume (resíduo líquido e tóxico) e até um lago que fica em terreno vizinho ao aterro sanitário. Também conversaram com os funcionários e encarregados do local.

A CPI, que também tem como membro o vereador Claudinei Gabriel Machado/Claudinho Coragem, tem prazo de 120 dias para obter dados e informações sobre o serviço de coleta e descarte do lixo e chegar a uma conclusão a ser apresentada no plenário da Câmara Municipal, como determina o Regimento Interno.

Histórico - Após o presidente da Câmara, vereador Rodrigo de Lima/ Doutor Rodrigo, também como determina o Regimento Interno, ter escolhidos os três membros da CPI, uma reunião presidida pela vereadora Elisangela foi feita na Sala das Comissões da Câmara no dia 21 de outubro, quando ficou estabelecido o cronograma dos trabalhos. Outras visitas, busca por documentação e possíveis perguntas a funcionários do sistema podem ser feitas em breve.