Aprovada inclusão do “Dia do Nascituro” no calendário oficial do município. Veja o que mais foi debatido na Sessão Legislativa desta semana

por Pedro Jorge Courbassier publicado 20/11/2019 11h20, última modificação 20/11/2019 11h20
Requerimentos cobram Prefeitura sobre situação da coleta de lixo, dos exames clínicos na Saúde e de prestação de socorro aos frequentadores da represa de Itupararanga, entre outros temas.

A Câmara Municipal da Estância Turística de Ibiúna se reuniu nesta terça-feira, dia 19 de novembro, para mais uma Sessão Legislativa. Na pauta, diversos requerimentos que cobram informações da Prefeitura Municipal em relação a problemas enfrentados pela população, duas moções homenageando trabalhos de qualidade nas artes e esporte, além da votação da proposta para inclusão do Dia do Nascituro no calendário oficial do município.

Dia do Nascituro – O Projeto de Lei nº 177/2019, de autoria do vereador Naldo Firmino, foi debatido e aprovado por unanimidade pelos 15 vereadores de Ibiúna. Para o autor, que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família, a inclusão da data e sua apresentação à sociedade serve para conscientizar sobre a importância em se respeitar o nascimento, rejeitar o aborto, defender que toda gestante possa ter um acompanhamento pré-natal digno e o perfeito acompanhamento médico durante o parto e o pós-parto.

“Algumas ideologias são favoráveis ao aborto, o que acho um absurdo, pois o feto é um ser indefeso. Posso citar inúmeros casos de personalidades famosas que poderiam não existir caso a mãe tivesse abortado. Um exemplo é o caso do jogador de futebol Cristiano Ronaldo, hoje um excelente atleta, muito famoso, milionário e que ajuda causas sociais. A mãe dele esteve recentemente no Brasil e comentou que pensou em abortar durante a gravidez, já que o jogador seria seu quarto filho. Não o fez e está aí um ser humano digno de feitos”, comentou Naldo.

Requerimentos – Muitos requerimentos foram apresentados e aprovados durante a Sessão Legislativa. Os vereadores Rozi da Farmácia, Elisangela Soares e Lino Junior foram os responsáveis pelas leituras em tribuna e autores de muitos deles, junto com pedidos de respostas do vereador Naldo Firmino. Os assuntos são os problemas constantemente citados pela população de Ibiúna: atendimento no Hospital Municipal e falta de alguns exames clínicos (há questionamento se o município presta o devido serviço com o Raio-X e se há coleta de exames na UBS Central); o processo de recolhimento do lixo urbano e as condições de trabalho dos que trabalham nessa área e se há caminhão suficiente à boa prestação de serviço.

A vereadora Elisangela Soares segue seu trabalho em detalhar e buscar soluções na falta de transporte escolar e enviou perguntas à Prefeitura sobre como andam os detalhes do pagamento aos condutores de van e como anda o funcionamento da nova empresa contratada.

O vereador Lino Junior obteve resposta sobre uma preocupação da atuação da Guarda Civil Municipal no patrulhamento e proteção aos turistas e banhistas que frequentam o trecho de Ibiúna da represa de Itupararanga. Além disso, cobrou explicações sobre a notícia da morte de um bebê durante o parto, na maternidade municipal.

Homenagens – Duas Moções de Aplausos foram debatidas, votadas e aprovadas nesta terça-feira. A primeira, de autoria do vereador Paulinho Dias, que encaminha Moção de Aplauso ao Grupo Cativeiro de Capoeira, “pelo grande incentivo à prática esportiva”, e outra da vereadora Rozi da Farmácia, a Banda Marcial Independente de Ibiúna, tanto pelo trabalho feito desde sua criação e por ter ficado em 1º lugar no concurso de bandas e fanfarras, realizado no município de Santa Isabel.

Assista toda a sessão - Quer acompanhar como foi a Sessão Legislativa na íntegra? Basta acessar nosso link na TV Câmara Online: https://www.youtube.com/watch?v=R7yHk7WblF4 .